Compre por WhatsApp, pague por PIX e ganhe 5% de desconto em qualquer compra. Clica aqui!

vinagre de maçã caseiro



O vinagre de maçã possui uma lista de uso bem extensa. Ele é um santo remédio para o nosso organismo e um coringa na cosmética  natural, além de ser super eficiente no cuidado da casa, das plantas e dos pets!

Receitas para incluir o vinagre de maçã na sua rotina!

Como todos os produtos industrializados, o vinagre de maçã também perde sua diversidade de nutrientes e probióticos ao longo do seu processo de fabricação, chegando na nossa casa bem mais "pobrinho" do que realmente é, e ainda por cima carregado no plástico. Uma alternativa à esse consumo é você fazer seu vinagre caseiro, e de preferência orgânico, e acompanhar a maravilha que é esse processo de fermentação. Você vai precisar de poucos utensílios e ingredientes e muita paciência, porque ele demora muitas semanas para ficar pronto. Mas investir o seu tempo nessa alquimia vai valer a pena, quando ele estiver no ponto e você puder aproveitar toda a sua versatilidade.

Ingredientes e utensílios:

 

300ml de água filtrada
15g açúcar cristal orgânico (ou o da sua preferência)
2 maçãs grandes
2 potes de vidro com a boca larga (alô, reaproveitamento de embalagens!) 
1 pedaço de tecido ou filtro de café 
1 elástico
1 peneira
1 funil
* é muito importante que todos os utensílios estejam bem limpos, garantindo sucesso no processo de fermentação. 

 

 

 

 

Modo de fazer

1ª Etapa:
Dilua o açúcar na água e reserva. Corte as maçãs em pequenos pedaços, coloque no vidro e cubra como líquido. Certifique-se que toda as maçãs estejam submersas.Tampe o vidro com o tecido ou o filtro de café, e o elástico. Guarde por 3 ou 4 semanas em um local longe da luz solar e com temperatura ambiente (o ideal é um armário) e aguarde o processo de fermentação. 
2ª Etapa:
Quando as espumas começarem a se formar na superfície do preparado, é sinal de que a fermentação está em curso. Ao longo dessas semanas é importante ficar de olho no vidro e acompanhar o surgimento dos fungos. Depois
de alguns dias, quando começar a observar uma substância escura e  turva no frasco, é sinal de que esse etapa está concluída e você pode retirar o líquido.
 3ª Etapa:
Retire o líquido do frasco coando com o auxílio de uma peneira. O resto das maçãs podem ser compostadas e o líquido armazenado em um vidro. 
4ª Etapa:
A fermentação ainda não acabou. Agora já coado e tampado no pote de vidro, o líquido descansa por mais 2 a 4 semanas. Esse tempo é de acordo com o nível de acidez que você desejar. Agite o frasco suavemente a cada 3 dias e vá experimentando. Quando estiver do seu agrado já pode começar a usar. Guarde na geladeira para interromper o processo de fermentação.
Vale lembrar que a fermentação não acontece em um tempo exato. A temperatura do ambiente e variações climáticas influenciam na formação dos fungos, acelerando ou retardando a transformação enzimática.